2021 será um bom ano para comprar seu imóvel

2579

A taxa de juros no menor patamar da história deixou os financiamentos de imóveis mais baratos. Atualmente, para alguém com 30 anos conseguir comprar um imóvel de 400 mil reais na Caixa, precisa de uma renda familiar de cerca de 9 mil reais. Em 2017, essa mesma família apenas conseguia adquirir um imóvel de pouco mais de 300 mil com esse valor. Essa mudança deu incentivo ao setor imobiliário para se aquecer, mesmo em plena pandemia.

Para especialistas, é fato que o atual momento é muito favorável para a compra, especialmente para quem deseja financiar o pagamento do imóvel. “Os juros não vão subir no curto prazo, mas no médio prazo devem aumentar. Em nenhuma hipótese devem ser mais baixos do que o nível atual. Este é o melhor momento para conseguir um financiamento barato”, diz João da Rocha Lima, professor do núcleo de real estate da Poli-USP.

Para Eduardo Zylberstajn, coordenador do índice de preços de imóveis FipeZap, ainda que os juros subam, os bancos não devem voltar a cobrar taxas de financiamentos na casa de dois dígitos. Segundo ele, os juros devem ficar estruturalmente em um nível menor, em torno de 6% a 8% ao ano. Isso em parte porque os bancos dependem menos de recursos da poupança atualmente, o que torna o crédito imobiliário mais competitivo. “Hoje os juros cobrados no crédito imobiliário variam entre 6% e 7% ao ano. Se a Selic subir para 3% ou 4% ao ano, as taxas devem variar entre 7% e 8%.”

Se você quer saber mais sobre opções de financiamento de imóveis, clique aqui para fazer uma consulta sem compromisso.

fonte: Exame (adaptado)

compartilhe esse artigo